Pç. Barão do Rio Branco, 14, Sala 121 Santos - SP
Segunda à Sexta 8:30 às 17:30

Valéria Helbig

Valéria Helbig

A origem da “Noite Feliz”, assim reza a história…

Publicado em 14 de dezembro de 2018

Categoria: Datas comemorativas

A origem da “Noite Feliz”, assim reza a história…

O clima natalino está entre nós e, para comemorar, decidimos compartilhar uma singela lenda que recebemos contando a história da famosa canção “Noite Feliz”. De origem alemã, a música difundiu-se mundialmente, ganhou traduções em vários países e hoje faz parte do repertório clássico da tradição do Natal. Esperamos que gostem!

OBERNDORF, pequena aldeia austríaca à beira do rio Salzbach, região de Salzburg, véspera do Natal de 1818.

O padre Joseph Mohr estava desesperado porque o órgão da capela havia quebrado. A cantata de Natal seria um fiasco. Logo no primeiro Natal naquela paróquia. Pediu orientação a Deus e se lembrou que dois anos antes havia escrito um poema simples, também na véspera de Natal, após uma caminhada pelos bosques das montanhas da região.

Encontrou o manuscrito do poema em uma gaveta da sacristia. Correu para a casa de um professor e músico humilde, chamado Franz Gruber e lhe perguntou se poderia musicar sua letra para que todos a pudessem cantar logo mais à noite, na missa do Galo.

Franz olhou e disse que sim, porque a letra era simples e permitiria uma melodia fácil. Mas teria de ser tocada no violão porque não haveria tempo para algo mais elaborado. Não era um problema porque não havia órgão disponível. O padre Mohr agradeceu e correu de volta para terminar de organizar os detalhes da missa.

À noite, Franz Gruber chegou na capela com o violão e reuniu o coral para ensinar o hino improvisado. Que música era, afinal? “Stille Nacht” (noite silenciosa, no original alemão) traduzida para o português como “Noite Feliz”.

Naquela noite de Natal de 1818, os participantes da missa da capela de Oberndorf cantaram maravilhados aquele hino tão singelo e profundo que viria a se tornar a canção natalina mais conhecida do mundo, sendo hoje cantada em mais de 50 idiomas.

Como ela se espalhou? Semanas depois, o técnico que veio consertar o órgão ouviu a história e pediu para tocar a música. Ele ficou tão impressionado com a riqueza melódica da composição que decidiu difundi-la por todas as igrejas por onde passava, até que chegou aos ouvidos do rei Friedrich Wilhelm IV da Prússia, depois à Nova Iorque em 1838, e difundida de forma ativa também pela emigração alemã que era corrente naquela época.

Esta é a história do hino natalino “Noite Feliz”. O que começou como um momento de pânico e perspectiva de um fiasco, terminou como um eterno presente de Natal para toda a humanidade em forma de música. Feliz Natal a todos!

Voltar
Compartilhar